Shampoos, condicionadores, máscaras e leave-ins: como escolher entre tantas opções?

Já ouviu aquela história de que o homem gosta muito daquele seu cheirinho agradável, nem que seja somente o shampoo que você está usando? Mas nem todo shampoo que é “cheiroso” serve exatamente para o seu tipo de cabelo. Então qual será o ideal para usar?

Para escolher entre os diversos tratamentos disponíveis, precisamos saber que tipo de cabelo queremos tratar. Grosseiramente, podemos dividir os cabelos pelo aspecto estrutural e pelo teor lipídico. Para simplificar: os cabelos podem ser lisos, ondulados ou crespos e secos, oleosos ou mistos. A combinação dessas características define o tipo do cabelo.

Então vamos começar com as combinações mais comuns:

– Seco e ondulado ou crespo: geralmente, quanto mais crespo o cabelo, maior será a tendência de ressecamento dos fios. Isso porque quanto mais “voltinhas” o cabelo dá, maior a dificuldade de a oleosidade produzida no couro cabeludo se distribuir pelo fio. Os melhores shampoos para esses cabelos são aqueles com agentes restauradores na formulação, que lavam sem retirar excessivamente a pouca oleosidade presente. Nesse caso, os condicionadores são mais do que necessários, para devolver aos fios a maleabilidade e a hidratação, muitas vezes perdidas, após o processo de lavagem. Também é recomendável o uso de máscaras de tratamento para otimizar o processo de restauração capilar. A periodicidade de uso vai depender do grau de ressecamento – cabelos muito crespos podem requerer uso mais freqüente, até uma vez por semana. Também recomenda-se o uso de leave-ins para proteger das agressões e manter esse cabelo, já tão sensível, hidratado no dia a dia.

– Oleoso, fino e liso: couro cabeludo e fios oleosos. Esse tipo de cabelo pode (e deve) ser lavado diariamente. Manter o couro cabelo limpo é um passo importante para ter cabelos saudáveis. Esqueça-se daquela história de que lavar os cabelos todos os dias aumenta a queda: os fios que caem espontaneamente durante a lavagem são aqueles que estão no momento de cair e vão cair de qualquer jeito, lavados ou não. De acordo com o grau de oleosidade pode-se alternar shampoos mais suaves, de uso freqüente, com shampoos mais detergentes, específicos para cabelos oleosos. Obviamente, maior oleosidade pode requerer o uso diário dos shampoos específicos. Se após a lavagem os fios ficarem ressecados e difíceis de pentear, pequena quantidade de condicionador pode ser utilizada apenas no comprimento dos fios, bem longe da raiz. Caso contrário, o uso de condicionadores é desnecessário. Leave-ins devem ser evitados.

Agora, uma combinação “perigosa”:

– Cabelo misto: couro cabeludo oleoso e fios ressecados ou danificados. Cabelos mistos são comuns entre os cabelos submetidos a colorações, alisamentos e ao uso excessivo de secadores e chapinhas. A oleosidade deverá ser tratada com shampoos suaves, para evitar dano adicional aos fios. Shampoos de uso freqüente e para cabelos normais podem funcionar, entretanto caso os fios ressequem durante a lavagem, shampoos para cabelos danificados deverão ser utilizados. Normalmente, a lavagem em dias alternados ou a cada dois dias é suficiente. Os fios, por sua vez, precisam receber condicionadores hidratantes, que não devem ser aplicados no couro cabeludo. Leave-ins e máscaras de tratamento também estão indicados e seguem as mesmas recomendações dos cabelos secos, novamente evitando-se a raiz. Resumindo, é necessário “desengordurar” o couro cabeludo e hidratar os fios.

E para finalizar, o que todo mundo queria ter:

– Cabelo normal: comumente liso ou suavemente ondulado. Os cabelos normais são aqueles que respondem aos cuidados simples de forma efetiva. Normalmente a lavagem em dias alternados ou a cada dois dias mantem o cabelo com aspecto limpo e hidratado. Leave-ins são raramente necessários e máscaras podem ser mensalmente utilizadas para hidratação adicional. Parece um sonho, mas atenção: cuidados inadequados, como uso incorreto de substâncias químicas e aquecimento exagerado dos fios pelo uso de secadores podem transformar o (maravilhoso) cabelo normal no (trabalhoso) cabelo misto.

Além de deixar o cabelo “cheirosinho” o ideal é deixar o seu cabelo lindo.

Fonte: Busca Saúde

Anúncios