Tags

, , , , ,

Os valores da marca CAROLINA HERRERA podem ser transmitidos em apenas quatro palavras: elegância, atemporalidade, sofisticação e luxo. Tantos suas coleções de roupas e acessórios, quanto seus perfumes, são originais e marcantes, utilizados por pessoas chiques e modernas que buscam algo único. De Jacqueline Onassis à atriz de Hollywood Renée Zellweger, sua clientela atravessou décadas. O gosto refinado transformou suas roupas clássicas e atemporais em sucesso garantido entre as pessoas que procuram luxo e discrição.

A estilista Maria Carolina Josefina Pacanins y Niño de Herrera Guevara, conhecida simplesmente como Carolina Herrera, nasceu no dia 8 de janeiro de 1939 na cidade de Caracas, filha de um casal, descendente de uma família aristocrática venezuelana. Quando tinha 13 anos, a avó levou-a a uma viagem à Paris, onde ela descobriu e se encantou com o estilista espanhol Cristóbal Balenciaga, que lhe serviria de inspiração no seu trabalho. Aos 25 anos, começou a trabalhar como relações públicas na tradicional Casa Pucci, na Venezuela. Conheceu então Maria Teresa Herrera, mãe de Reinaldo, um editor da revista Vanity Fair, com quem se casaria em 1968. Após ter, durante anos, feito parte da lista das mulheres mais bem-vestidas dos Estados Unidos, em setembro de 1980, ela apresentou como teste seu primeiro trabalho no mundo da moda.

Muito bem recebido pela crítica, conseguiu o apoio de um investidor venezuelano, Armando de Armas, para fundar sua empresa no ano seguinte. Nessa altura, mudou-se permanentemente com a família para Nova Iorque. Estabelecida na cidade, foi somente em abril, que ela apresentou oficialmente sua primeira coleção prêt-à-porter no Metropolitan Museum, com sobreposição de tecidos diferentes em comprimentos variados, e logo conquistou clientes importantes, entre as quais a rainha dos cosméticos Estée Luader e Jacqueline Kennedy Onassis, que encomendou à Carolina Herrera o vestido de casamento de sua filha Caroline. Imediatamente grandes lojas de departamento compraram suas roupas. Fez com facilidade a transição para os modelos mais enxutos de meados da década de 80 e se tornou famosa por suas elegantes roupas para o dia e para a noite. Uma de suas peças mais famosas é a universal e democrática camisa branca. Usada à exaustão por Carolina e seu séquito de seguidoras, a peça se transformou em uma espécie de cartão de visitas e levou a grife para o patamar das mais adoradas entre as mulheres.

Carolina Herrera começou também a fazer coleções de vestidos de noiva, mas foram os perfumes que contribuíram para divulgar o seu nome no mundo inteiro. Isto aconteceu em 1988, quando a empresa espanhola de perfumaria Antonio Puig criou o famoso perfume feminino CAROLINA HERRERA. A partir deste momento a estilista construiria um verdadeiro império que se consolidou com lançamento de sucessos como o Herrera For Men, primeiro perfume masculino da marca, inspirado nos dois homens com principal participação na vida da estilista, o marido Reinaldo Herrera e o pai Guillermo Pacanins, lançado em 1991; e 212 Sexy, uma das fragrâncias de maior sucesso da grife, inspirada num estilo vanguardista Nova-Iorquino e lançada no mercado em 1997 em sua versão feminina. Seus primeiros perfumes se transformaram, em menos de uma década, em verdadeiros clássicos do mundo das fragrâncias e continuam atuais como no dia de seus lançamentos. Sem contar nos milhões de dólares que trouxeram para a empresa.

Depois vieram os acessórios, como malas, sapatos, artigos de pele e lenços, a roupa de senhora e a mais recente novidade, a coleção para homem. A primeira loja da marca CAROLINA HERRERA foi inaugurada somente no ano de 2000, na célebre Madison Avenue, em plena Nova Iorque. Nos anos seguintes a marca introduziu produtos em inúmeros segmentos, inclusive uma segunda linha de roupas e acessórios com preços mais em conta. Além disso, em 2006 inaugurou mais uma luxuosa loja em Melrose Place na cidade de Los Angeles. Em 2008, a estilista e sua filha Carolina Adriana (responsável pela elaboração do bem sucedido 212, a primeira fragrância de sua criação) participaram de um jantar em comemoração aos 20 anos da primeira fragrância de sua grife, realizado na Casa Fasano, em São Paulo. A celebração foi acompanhada por uma mostra de vestidos e perfumes lançados pelas marcas CAROLINA HERRERA e CH CAROLINA HERRERA.


A estilista explicou o motivo da escolha do Brasil, e principalmente da cidade de São Paulo para essa celebração: “Escolhi lançar a exposição em São Paulo, porque o perfume tem sido um hit (de vendas) aqui por 20 anos”, disse a venezuelana. A exposição ocupava a primeira sala do espaço, alugado para eventos de luxo. Textos contavam a história de cada fragrância, com sua inspiração e descrição das notas, ao lado de pôsteres das campanhas publicitárias, dos produtos em suas diferentes embalagens ao longo dos anos.

Fonte: Mundo Das Marcas

Anúncios