Tags

, , , ,

A história começou em 1856, quando o aprendiz de tecelão Thomas Burberry abriu uma loja de roupas na Inglaterra. O jovem era dedicado, atencioso, detalhista com suas peças, e se preocupava bastante com a qualidade das roupas que fabricava. Assim, conquistou a confiança de todos a seu redor e, em menos de vinte anos, sua pequena loja se transformou em um grande empório.

Até que em 1880, algo bastante inesperado aconteceu: a criação da gabardine, um tecido impermeável e resistente aos dias de chuva. A gabardine se tornou matéria prima das capas de chuva e da indumentária de exploradores e esportistas.

Esse tecido acabou se encaixando perfeitamente ao tempo chuvoso Inglês, e os nobres puderam sair de suas casas em busca de opções de lazer no campo e no mar, uma vez que já podiam se proteger das chuvas resistentes do clima.

Além de impermeável, ele era macio e chique, correspondendo ao gosto refinado e ao toque de elegância da aristocracia inglesa. A invenção foi patenteada em 1888, e o nome de Thomas Burberry foi ganhando espaço. Até que em 1895, a gabardine Burberry foi usada em casacos de oficiais do exército, dando início ao surgimento da famosa capa de chuva militar, e a marca deslanchou.

O explorador Roald Amundsen foi o primeiro a cruzar o Pólo Norte equipado com casacos desenvolvidos pela Burberry, e pouco tempo depois ela já era a marca patrocinada pelo escritório de guerra Inglês. Nos anos 20, o xadrez apareceu! Ele, característica registrada da Burberry, foi criado e usado no forro desses casacos. Logo, chegou às ruas vestindo políticos e estrelas de cinema, sendo relacionado aos conceitos de charme e elegância.

A marca foi internacionalizada na década de 70, quando chegou à Manhattan. Carregando muito da cordialidade inglesa nessa época, o público alvo da Burberry estava acima de 50 anos de idade e, por isso, não se adequou inicialmente aos consumidores dos Estados Unidos. Porém, em 1997, a americana Rose Marie Bravo assumiu o processo de criação ao entrar para a empresa e remodelou a imagem da marca, unindo o elegante ao fashion na produção.

O trench coat, forrado com tecido xadrez, ganhou as ruas, se atrelando cada vez mais a um conceito de elegância, que vestiu de políticos a estrelas de cinema, como quando foi utilizado pelos atores Humphrey Bogart e Ingrid Bergman no filme Casablanca. 

A partir de então, a linha Burberry começou a desenvolver diferentes produtos misturando estampas, cores, peças, cheiros, modelos, embaralhando o clássico com o novo, o chique com o casual. O público alvo, então, se expandiu de 50 a 30 anos, e isso era apenas o começo. Que incrível, não?

A intenção era unir o chique ao moderno e útil, atingindo as mais variadas faixas de idade. Nessa época, fragrâncias que se tornariam famosíssimas foram lançadas.

Body Burberry

Body Burberry” é o um perfume da marca inglesa Burberry, que chegou no mercado dia 01 de setembro de 2011, em mais de 150 países. Segundo, Christopher Bailey, director criativo da marca, “Burberry Body” é o lançamento mais excitante que nós já criamos e captura o espírito icônico do que é a marca atualmente de uma maneira arrebatadora e sensual. O lançamento da nova fragrância está acompanhado da campanha com fotos da atriz  e modelo Rosie Huntington-Whitely, vestida apenas com a famosa capa da marca. A atriz de 24 anos, foi fotografada por Mario Testino que conseguiu captar e acentuar o seu corpo, destacando suas curvas de forma provocativa e ao mesmo tempo discreta. O perfume é um chypre de luxo, que começa com uma composição frutada, com notas de absinto, pêssego e morango silvestre. No coração, encontra-se rosas e íris. E a base é composta de sandalo, almíscar, âmbar e baunilha.


Fonte: Mundo Das Marcas

Anúncios