Tags

, , ,

Atriz Elisabeth Taylor morreu no dia 23/03/11 aos bem vividos 79 anos. Quando apareceu, ainda criança para as câmeras do cinema, o mundo vivia os horrores da Segunda Guerra Mundial e as mulheres estavam presas aos papéis de antigamente: o casamento quase sempre precoce, a dedicação familiar anulando a vida profissional. 
Quando Elizabeth Taylor virou uma das primeiras grandes estrelas globais, o ocidente redescobria a prosperidade, e com ele o glamour.  Era uma época de urbanização acelerada, desenvolvimento da indústria de massas, incorporação da mulher ao mercado de trabalho e definição de novos papéis sociais. Brilhou nos anos 40 em Lassie, nos anos 50 em filmes como Assim Caminha a Humanidade e Um Lugar ao Sol, e nos anos 60 em Cleópatra e Quem Tem Medo de Virgínia Woolf? sem contar seus papeis nas três décadas seguintes, aliado ao filantropismo – foi uma das pioneiras a divulgar a luta contra a AIDS nos anos 80.
Pode-se limitar o obituário de Elizabeth Taylor aos seus 50 filmes em 70 anos de carreira. E a isso adicionar um pouco mais de tempero pessoal, com os oito casamentos e uma luta de décadas contra a dependência química, de barbitúricos ao álcool tornou-se um icone na historia da publicidade.
Nos anos 50, sua popularidade foi aliada ao xampu Lustre Cream, em um anúncio típico daqueles tempos: com muito texto para explicar as benesses do produto. No mesmo período, seu rosto estampou um anúncio do chocolate da Whitman´s, em edição especial para o Dia dos Namorados.
Liz estrelou ainda uma campanha para a J.R. Wood & Sons, empresa de diamantes, na revista Life. E um pouco antes, em 1949, Liz apareceu ao lado do ator Peter Lawford em anúncio de sabonetes Lux, que dizia que nove a cada dez astros e estrelas da do cinema usam o produto. “Eu sou uma garota Lux”, dizia uma parte do texto, colocando aspas da atriz no papel.
Mas ela fez sucesso mesmo com os perfumes. Nos anos 80, os anunciantes do setor se aproximaram das celebridades para assinarem algumas de suas linhas e Liz foi um dos grandes nomes dessa tendência.
A Parfums International, unidade da Unilever, lançou em 1987 a fragrância Passion, com apoio da atriz, em um esforço que envolveu investimentos de US$ 10 milhões na época. Em 1996, ela apareceu em quatro séries da CBS na mesma noite, divulgando em cenas a linha Black Pearls. Mais recentemente, ela deu nome a linhas de perfumes com fragrâncias de rubi, rosas e safiras. Ela também foi garota-propaganda da linha White Diamonds, divulgando os perfumes de sua linha by Elizabeth Taylor.

Fonte: Julianistica

Anúncios